top of page

Psicóloga Ana Flavia >

Formação >

Graduação em Psicologia em 2013.

Pós-graduação: Sujeitos da

Psicanálise - PUC COGEAE. 

Especialização: Semiótica

Psicanalítica e Clínica da Cultura - PUC COGEAE.

Formação em andamento >

Mestrado em Psicologia Clínica e de Aconselhamento na Universidade Autónoma de Lisboa, Portugal.

Especialização Pós-universitária em Intervenção em Crise, Emergência e Catástrofe - INSPSIC, Portugal.

Abordagem >

Psicologia integrativa com enfoque psicanalítico.

Sobre a Psicóloga.

Eram meados de 2008 e a decisão estava tomada: Faculdade de Psicologia. Havia um interesse pela mente humana, pelo funcionamento da sociedade e da cultura. Desde os primeiros anos de graduação, um dos caminhos já vinha se apresentando de forma bastante definida indicando que meu percurso seria primordialmente na clínica. As confirmações vieram quando os estágios clínicos se iniciaram nos últimos dois anos de graduação e minhas escolhas se direcionaram tanto para a própria prática clínica clássica quanto para a clínica em contextos de emergência. Trabalhei, nesses últimos anos, em algumas unidades pré-hospitalares, na clínica escola da faculdade e no hospital psiquiátrico Jardim das Acácias (Sorocaba - SP - Brasil), acompanhando os pacientes até o encerramento das atividades devido às lutas antimanicomiais. Me graduei em Psicologia no ano de 2013, me afiliei ao Conselho Federal de Psicologia logo em seguida e alguns meses depois de formada estava dando início à minha prática clínica. Nos primeiros dois anos de clínica, atendi por alguns convênios de saúde e também trabalhava na área de Recursos Humanos. Após um ano de formação, sentindo a necessidade de um aprimoramento na abordagem clínica, decidi dar início a Pós-Graduação em Sujeitos da Psicanálise na Pontifícia Universidade Católica, que estuda toda a parte teórica da Psicanálise trazendo um aprofundamento nos principais teóricos da disciplina. Finalizada a primeira pós-graduação, comecei a me interessar pelo cinema e pelas produções de hollywood, bollywood e nollywood. Dei início a alguns estudos direcionados para os principais produtores de cinema no mundo e, de repente, entendi que meu interesse real era com a questão cultural (muitas vezes estigmatizada) que aparece nas produções cinematográficas. A partir dessa descoberta, dei um passo que foi importantíssimo para a consolidação da minha abordagem clínica: comecei uma especialização em Semiótica Psicanalítica e Clínica da Cultura na Pontifícia Universidade Católica em São Paulo, Brasil. Eu considero que a riqueza da semiótica, em conjunto com a psicanálise, abriu um novo universo dentro de mim. A semiótica psicanalítica, num resumo muito simplista da disciplina, investiga como a cultura e a sociedade podem moldar a maneira como os signos e símbolos são interpretados pelo indivíduo. Meu encontro com a clínica da cultura foi o que eu poderia chamar de "encontro de alma" - minha intelectualidade se encontrava exatamente onde todos os meus interesses convergiam: no estudo da psicanálise, da semiótica, da cultura, da sociedade, da literatura, do cinema, do teatro e das artes no geral. No início de 2017, finalizei a especialização com uma monografia que investigava a migração da sexualidade para as metrópoles. Antes de finalizar a especialização, comecei a ter procura de brasileiros que moravam fora do país, em especial de mulheres vivendo no Oriente Médio, e se deparavam com inúmeras questões culturais que culminavam em questões de ordem psíquica. Conforme comecei a ter procura de pacientes morando no exterior, me debrucei no estudo da cultura onde cada um deles estava morando e intensifiquei minhas viagens para outros países na sede de vivenciar o que eu estudava na prática. Finalizada a especialização, comecei a me planejar para passar um período trabalhando voluntariamente no continente Africano. Foi na metade de 2018 que consegui realizar esse sonho e passei seis meses viajando entre África do Sul, Namíbia, Zâmbia, Zimbábue, Moçambique, Botsuana e Malawi. Durante esse período, fiz voluntariados numa área mais social da psicologia e continuei com os atendimentos do meu "divã online". O tempo passou, e eu retornei à pátria com o intuito de dar início a algum programa de mestrado. Após algumas tentativas e algumas frustrações, um caminho se abriu; fui aprovada num programa de Mestrado em Psicologia Clínica e de Aconselhamento em Lisboa, Portugal. Mais uma vez, essa escolha acadêmica surgiu como um divisor de águas. Tive excelentes mestres e fui apresentada à uma abordagem que vem crescendo na Europa, que é a Psicologia Integrativa. Nessa abordagem da Psicologia, não há uma rigidez absoluta no que diz respeito a qual abordagem seguir numa sessão. Ou seja, a Psicologia Integrativa possibilita que sejam utilizados conceitos de diversas abordagens da Psicologia, ampliando o leque de ferramentas que o terapeuta pode usar com seu paciente. Juntamente com o início do mestrado, fui convidada para o processo seletivo em uma empresa espanhola e fui contratada como psicóloga bilíngue. Com esse trabalho, venho tendo, até os dias de hoje, a oportunidade de atender pacientes de diversos países, dentre eles, Estados Unidos, Vietnã, Argentina, Líbano, Espanha, Portugal, Emirados Árabes, França, Taiwan, Japão, India, Tailândia, dentre outros. Com o intuito de me aprofundar mais na atuação com populações vulneráveis, realizei uma especialização em Intervenção em Crise, Emergência e Catástrofe, através do INSPSIC, em Portugal. Das novidades do ano anterior, uma em especial é minha participação do Projeto Ponte. O Projeto Ponte atende migrantes e refugiados em todo território brasileiro e faço parte da equipe que presta atendimento psicanalítico a essa população. No mês de agosto de 2023 dei continuade no meu sonho acadêmico e iniciei o Doutorado em Psicologia na Universadade de Buenos Aires. 2024 começou e trouxe um convite de uma colega para fazer parte da docência de uma faculdade no interior de São Paulo. Tem sido com muito prazer que desde o início deste ano de 2024 que venho compartilhando meu conhecimento acerca do manejo psicanalítico com alunos do 4º ano de Psicologia. Essa é uma parte da minha história e do meu percurso na Psicologia.

mochileiro
bottom of page